Hábitos e Rotinas

Têm sido tempos diferentes com alguma perturbação na nossa rotina diária.

Os nossos dias e as nossas rotinas alteraram-se, umas por medo e preocupação, outras foram-nos retiradas e algumas foram impostas.

O mundo está a esforçar-se por voltar ao normal, porém, a normalidade tal como a conhecíamos não surgirá tão rapidamente quanto desejaríamos.

Aspiramos pelas nossas rotinas e velhos hábitos, pois estes proporcionavam-nos um propósito, um sentido, uma confiança, que nos organizava e trazia-nos de volta ao nosso dia-a-dia.

Contudo, não devemos criar expectativas irrealistas, pois a vida continuará a ser um pouco diferente no futuro e o futuro é imprevisível.

Podemos neste meio-tempo transformar este período das nossas vidas numa experiência positiva. Como?

1 . Reconhecendo que sempre que somos forçados a abandonar os nossos hábitos, estamos perante uma eventual oportunidade de crescimento.

2. Refletindo sobre como a nossa vida é imprevisível e, por vezes, fora do nosso controlo. Esta tomada de consciência da nossa fragilidade pode ser útil para que vivamos uma vida mais plena, priorizando o que de facto é importante.

3. Entendendo que dependemos uns dos outros para sermos saudáveis e felizes. Este entendimento pode ajudar a que regressemos à nossa rotina mais solidários e altruístas .

4. Admitindo a probabilidade de que adoecer gravemente pode ser real e pode acontecer também a nós, torna-nos mais gratos pela saúde que temos. Leva-nos a estar mais atentos ao nosso bem-estar físico e mental e a fazer escolhas mais saudáveis no nosso dia-a-dia.

5. Percebendo que as melhores rotinas são aquelas que utilizamos para começar ou acabar o nosso dia, quer seja no plano pessoal ou profissional. Rotinas para quando acordamos, para quando começamos a trabalhar, para terminar o dia de trabalho ou para terminar a noite.

Desejo-lhe um dia magnífico!

Maria José

Este Blog foi feito com todo o carinho para ajudá-la a pensar mais em si. Se tiver sugestões de temas ou dúvidas para serem respondidas é só enviar um email para avidaemtonssuaves@gmail.com

Dias Inquietantes

Olá! Olá!

Esta repentina pandemia leva-nos a viver dias diferentes, desinquietos, repletos de emoções e sentimentos que nos enleiam.

O tema que de momento domina as nossas preocupações, a Covid-19, está a provocar alterações inesperadas nas nossas vidas, nas nossas rotinas, gerando medo e angústia.

Medo pelo desconhecimento do que irá acontecer, angústia por não termos previsão, nem controlo.

Não sabemos ainda o que nos irá custar e se a vida tal como a conhecíamos, voltará a ser a mesma.

Mas tudo passa e estes tempos perturbadores certamente irão passar.  Iremos novamente abrirmo-nos para a vida e reconstruirmo-nos.

Contudo, é tempo de refletir, mudar a nossa visão sobre o que tínhamos como seguro ou como completamente improvável, aprender a ver a realidade sob outros ângulos.

Estes tempos representam uma oportunidade para nos reencontrarmos e compreendermos que a nossa vida não depende apenas de nós e das nossas escolhas.

Não somos compartimentos estanques, somos vasos comunicantes e como tal a nossa vida, depende do nosso comportamento e do comportamento do outro.

Assim sendo, nestes dias é importante:

  • Ficar em casa
  • Manter o distanciamento social
  • Lavar as mãos, muitas, muitas vezes

Desejo-lhe um dia tranquilo!

covid-19-

Maria José [Continue reading…]

Saber gerir o Conflito

Olá,Olá! No nosso dia a dia é natural e normal que os conflitos surjam, quer em casa ou no local de trabalho. De facto, a vida sem eles seria insípida. Não há duas pessoas que pensem, ajam ou se sintam exatamente da mesma maneira. As causas da divergência podem ser múltiplas, mas a razão principal […]

[Continue reading...]

Um dia de saúde mental

Olá, Olá! Se dispusesse de um dia inteiro só para si, o que escolheria fazer? Passá-lo na praia? No campo? A visitar museus? A visitar lojas? Iria ao cinema? Ao teatro? Ou preferia passar aninhada no sofá, rodeada de livros ou a ver as suas séries predilectas? Pense no que gosta de fazer, o que […]

[Continue reading...]

As minhas leituras

Olá! Olá! A minha leitura de momento… “O tempo entre costuras” de María Dueñas É um romance maravilhoso, admirável, cuja escrita permite uma leitura estimulante, com muitas páginas, que se lêem rapidamente. Mais do que uma história de amor, é uma grande narração de encontros, desencontros, azares e sortes, credível e plausível, como a vida. […]

[Continue reading...]

Agosto!

Olá, Olá! Desde miúda que sinto encantamento pelo mês de agosto. Não é essencial estar de férias para ter esse sentimento. Agosto é sinónimo de dias descontraídos, sem imposições nem grandes compromissos. Agosto é praia, é mar, é mergulhos, é um pouco de preguiça que há em nós, que gosta de roupas leves e pés […]

[Continue reading...]

Sem dúvidas

Olá,Olá! Quantas vezes levamos tempo para decidir sobre qualquer assunto e depois de termos tomado uma decisão, ficamos a reconsiderar sobre a mesma. Depois de ter tomado uma decisão poderada sobre qualquer coisa, não fique a ruminar. Páre de pensar, sinta-se confiante e siga em frente. Descontrai-se e deixe de se preocupar. Amanhã é outro […]

[Continue reading...]

Os Bons anos restantes…

Olá! Olá! Li há pouco tempo uma frase que me fez pensar e que recorrentemente vem à minha mente…”o que te resta na tua idade, são vinte Bons anos…” tendo eu ultrapassado os 50 anos, já não me restam vinte Bons anos… Vinte Bons anos não soam a tempo suficiente para fazer tudo o que […]

[Continue reading...]

Continuar

Olá, Olá! Tenho estado um pouco afastada… A coisa mais valiosa que podemos fazer quando estamos cansados, é parar, fazer uma pausa e avaliar o que é importante.   Embora a última coisa que desejo fazer quando tenho uma longa lista de tarefas, seja parar, aprendi que alcançarei mais se descansar e cuidar de mim. Neste […]

[Continue reading...]

Controle o que é controlável

Olá! Olá! Uma forma de compreender e decidir se uma situação ou problema é controlável ou incontrolável é pensar na conhecida “Oração da Serenidade” de Reinhold Niebuhr: “Deus, dai-me a serenidade para aceitar as coisas que eu não posso mudar, a coragem para mudar as coisas que eu posso, e a sabedoria para saber a […]

[Continue reading...]
%d bloggers like this: