8 atitudes para uma mente jovem

Olá!

Quando ainda somos  jovens, envelhecer parece ser o que acontece apenas às pessoas de idade.

Felizmente acontece-nos a todos e não temos outra solução a não ser aceitar esse facto e continuar a seguir em frente e ser feliz.
Façamos o que fizermos e sejamos o que formos, o facto é que todos vamos envelhecer.

Mas manter uma mente jovem é um estado de espírito e uma atitude perante a vida.

Adopte as seguintes atitudes, para manter uma mente jovem:

•Não receie experimentar coisas novas, dê preferência à variedade;
•Não escolha sempre a opção mais segura;
•Mantenha-se a par das novidades;
•Experimente novos sabores, novos estilos;
•Mantenha a curiosidade intelectual e um espírito receptivo;
•Não se torne pessimista ou não comece a reprovar um número cada vez maior de coisas;
•Não se acomode ao que sempre teve ou fez;
•Continue a ter uma visão nova do mundo, permaneça interessada, estimulada, motivada.

Não se preocupe muito com o envelhecimento, ele surgirá de qualquer forma.

Sinta-se bem com a idade que tem.

Maria José

b081481eb3a10949237f67837d7e4702

Imagem: Pinterest

[Read more…]

Envelhecemos mas não ganhamos mais juízo

4c70ca9bd59efce285141322bc479f1b

Pinterest

Olá !

Existe a ideia de que à medida que  envelhecemos, vamos ganhando mais juízo. Lamento mas não concordo.

Em regra, continuamos a ser tão tontos como antes e a cometer muitos erros. A diferença está em que cometemos erros novos, diferentes. É claro que vamos aprendendo com a experiência e não voltamos a cometer os mesmos erros, mas há um reservatório cheio de erros novos à nossa espera.

O segredo está em aceitar este facto e não nos punirmos quando cometemos novos erros.

Devemos ser tolerantes quando cometemos asneiras, aceitar que faz tudo parte da rotina de envelhecer, sem ganhar juízo.

Quando fazemos uma retrospectiva da nossa vida, podemos detectar os erros que cometemos e que prometemos não voltar a repetir, mas não somos capazes de prever os que se avizinham.

Quanto mais evoluímos na idade, tantas mais áreas de experiência teremos abrangido e maior terá sido a propensão para cometer erros. Mas existirão sempre novas áreas  com situações novas e com as quais não sabemos lidar correctamente.

E quanto menos rígidos formos, quanto mais sentido de aventura possuirmos, quanto mais dispostos estivermos a acolher a vida de braços abertos, outros caminhos se abrirão para os explorarmos e inevitavelmente alguns erros surgirão.

O que é importante é que se pense, se analise, se olhe para trás e reconheça onde se errou e se decida não repetir os mesmos erros, pouco mais há a fazer.

Esta regra aplica-se a nós e aplica-se a todas as pessoas à nossa volta, todas elas estão a envelhecer. E não é por isso que estão mais ajuizadas. Temos que ser tolerantes e compreensivos connosco e com os outros.

A grande vantagem de tudo isto é que se despacharmos uma grande parte dos erros relativamente cedo, haverá menos lições difíceis de aprender mais tarde na vida.

A juventude é uma oportunidade de cometer todos os erros e despachá-los, com o propósito de reduzir a probabilidade deles ocorrerem na velhice…

Já pensou nisso?

Maria José

[Read more…]

%d bloggers like this: