Empada de pato

Olá!

Hoje trago uma receita, eu sei que este blog  não é um blog de culinária, mas é um blog onde falo das coisas do meu dia-a-dia e de que gosto.

Depois de um dia a trabalhar, quando chego a casa gosto de pensar em coisas que me proporcionam bem estar e que fazem parte do meu quotidiano.

Gosto de ler sobre moda, decoração, receitas de culinária, etc, também gosto de cozinhar pois distrai-me e ajuda-me a descontrair.

A receita que trago hoje é muito apreciada cá em casa.

image

Imagem: A vida em tons suaves

Sempre que faço arroz de pato, reservo sempre uma parte para fazer esta deliciosa empada de pato.

Empada de pato

Ingredientes:

½ pato cozido com chouriço; 2  cebolas;  alho; azeite; 1 embalagem de cogumelos frescos; 200gr. de espinafres (folhas); bacon (3-4 fatias); 1 dl de vinho do Porto; 2 colheres de sobremesa de maizena; 150 ml de natas ou leite; sal; pimenta; noz moscada; mostarda em pó; 2 bases de massa folhada:

Preparação do recheio:

Pique as cebolas e o dente de alho.

Num tacho grande, aqueça o azeite e salteie a cebola e o alho picado. Quando esta estiver translúcida, adicione os cogumelos e o bacon.

Perfume com o vinho do Porto. Tempere.

Junte o pato desfiado com o chouriço  e por último adicione as folhas de espinafres, costumo adicionar também um pouco de água da cozedura do pato.

Deixe cozer.

À parte misture a maizena com um bocadinho de natas ou leite. Adicione ao preparado anterior e deixe cozinhar até levantar fervura, retire do lume. Rectifique novamente os temperos.

Unte uma tarteira e polvilhe-a  com farinha. Estenda a massa folhada com o rolo de cozinha e forre a tarteira com uma base de massa folhada. Pique a massa  com um garfo, deite o recheio. Cubra com a restante massa previamente estendida. Pincele com gema de ovo e leve ao forno até aloirar.

(Esta tarte não levou os espinafres)

image

Imagem: A vida em tons suaves

Bom apetite!

Maria José

[Read more…]

Uma receita com perdiz

Olá!

Com a chegada do final do ano os dias ficam ainda mais velozes, apesar de me encontrar de férias tenho tido  muitos afazeres e o Natal parece continuar por aqui, pelo menos no que diz respeito a cozinhar.

Mas têm sido dias bem passados…com a família …  com  amigos … apenas com um pequeno problema …os excessos alimentares que se cometem … mas desses pequenos pecados falaremos noutra altura.

Hoje quero partilhar uma receita que fiz num jantar com amigos e que foi bastante apreciada.

Perdiz com couve lombarda

Ingredientes: (4 pessoas)

  • 4 perdizes
  • 1 couve lombarda média
  • 500gr de cebolas pequenas
  • 2 dentes de alho
  • 75o gr de tomates maduros
  • 4 tiras de pimento verde e vermelho
  • 4 fatias finas de bacon às tirinhas
  • 8 rodelas de chouriço
  • 1 cálice de vinho tinto
  • pimenta preta moída; noz-moscada; sal e azeite
Preparação:
1. Arranje as perdizes, retire-lhe as vísceras, lave-as bem e tempere-as com sal, pimenta e noz moscada.
2. Numa panela, junte o azeite, as perdizes e os restantes ingredientes menos a couve.
3. A meio da cozedura, adicione o vinho, as couves cortadas e deixe cozer.
4. Se necessitar pode acrescentar um pouco de água e continue a cozedura até as perdizes e a couve estarem bem tenras.
Eu servi as perdizes apenas com a couve, mas pode fazer um acompanhamento a seu gosto.
Espero que goste.
Maria José

 

IMG_2918[1]

IMG_2903[1]

IMG_2904[1]

 

 

IMG_2901[1]

IMG_2907[1]

Imagens: A vida em tons suaves

[Read more…]

Um bolo diferente

Olá!IMG_2453[1]

Ontem como estive em casa, decidi fazer um bolo um pouco diferente dos que habitualmente faço. Já há algum tempo que pensava fazer um bolo de espinafres, estava curiosa quanto ao sabor.

Gostei bastante!

Não é muito doce, gostei da textura fofa e um bocadinho húmida, ficou com uma coloração bonita que combina com as cores de Natal, além disso, é uma forma agradável de comer legumes.

Este bolo pode ser feito também com agriões.

A receita é muitos simples:

Eu fiz na Bimby, mas deixo o modo de fazer na Bimby e o modo Tradicional.

 

Ingredientes:

  • 200 gr de espinafres frescos bem lavados
  • 5 ovos
  • 150 gr de açúcar
  • 200 gr de farinha
  • 100 gr de óleo

Preparação (Bimby):

  • Pré-aqueça o forno a 180º.
  • Coloque no copo os espinafres e programe 15 seg.vel9.
  • Junte o açúcar, os ovos e o óleo e programe 2 min.37º.vel.4
  • Adicione a farinha e o fermento e volte a programar 15 seg.vel.3.
  • Coloque a massa do bolo numa forma de coroa previamente untada com margarina e polvilhada com farinha, leve ao forno cerca de 30 min.
  • Quando o bolo já estiver cozido, retire e deixe arrefecer.
Preparação (Tradicional):
  • Pré-aqueça o forno a 180º;
  • Triture muito bem os espinafres com o óleo;
  • Bata as claras em castelo;
  • Deite o preparado dos espinafres num recipiente;
  • junte o açúcar e as gemas;
  • Bata bem e junte a farinha;
  • Acrescente as claras em castelo;

Coloque a massa do bolo numa forma de coroa previamente untada com margarina e polvilhada com farinha, leve ao forno cerca de 30 min.

Quando o bolo estiver cozido, retire e deixe arrefecer numa rede metálica.

Polvilhe com açúcar em pó ou em alternativa pode fazer uma cobertura de chocolate.

IMG_2462[1]

Imagens: A vida em tons suaves

Bom apetite!

Maria José

[Read more…]

A minha receita de marmelada

IMG_2274[1]

A vida em tons suaves

Olá!

Na verdade, esta receita é da minha mãe, mas quero partilhar convosco pois fica deliciosa.
Fica óptima no pão, com tostas, bolachas, requeijão ou mesmo sozinha.

Ingredientes:

1,5 Kg de marmelos
1 Kg de açúcar (a quantidade de açúcar é sempre um pouco menor, da quantidade de marmelo)
Água

Preparação:

Cortam-se os marmelos em quartos, retiram-se os caroços.
Leva-se os marmelos cortados em pedaços, ao lume com a água. Deve-se deixar cozer bem.
Quando estiverem cozidos, são retirados da água e reduzidos a puré com a varinha mágica ou passe-vite, de modo a ficar uma mistura homogénea.

Pesa-se a mistura do marmelo, para quantificar o açúcar.

A seguir vai novamente ao lume a cozer com o açúcar até atingir o ponto de estrada (ao passar uma colher de madeira no fundo do recipiente onde se encontra a mistura, se formar como que uma estrada que deixa ver o fundo, tem-se o ponto de estrada).

Deita-se em tacinhas e deve-se deixar secar bem.

Para guardar, não esquecer de tapar com papel vegetal.

Muito simples e muito saborosa!

IMG_2262[1]

A vida em tons suaves

IMG_2278[1]

A vida em tons suaves

Maria José

[Read more…]

Chá e requinte

IMG_2164[1]

A vida em tons suaves

Olá!

O tema de hoje é sobre o chá, mas vou começar por falar do meu amado café. Sou grande apreciadora de café, até há bem pouco tempo atrás, não substituía a minha chávena de café por nenhuma outra bebida, mas os anos vão passando, os nossos gostos vão-se modificando, talvez até fiquem mais requintados, mas há outra razão primordial, a saúde.

Comecei a substituir o café em certos momentos do dia por chá. O mundo do chá é impressionante, com uma extensa variedade de aromas, mais intenso, menos intenso, mais aromático, mais doce, menos doce, sabor mais ou menos refrescante…

Gosto de chás com fragrâncias delicadas e subtis como o jasmim ou flor de cerejeira. Gosto também do chá que cultivo no meu jardim a lúcia-lima ou bela-luísa, é um chá bastante aromático, gosto do aroma perfumado que emana da chávena.

O chá obedece a um certo ritual, desde o momento que é feito até ao momento em que é servido.

Gosto também deste ritual que envolve a preparação do chá, o tempo de espera que é essencial quando se aguarda um momento de extraordinário bem estar. Este tempo obriga-me a abrandar o ritmo acelerado a dar outra dimensão ao tempo. O segredo que é saborear devagar o chá, sem pressa, apreciando o momento. Um momento de descontração, de qualidade.

Comecei a atribuir uma maior importância ao chá, por  ser  um produto natural do reino vegetal, não sofre qualquer intervenção química, não possui aditivos, nem corantes ou conservantes, contem um número considerável de vitaminas, minerais e outros elementos, como  antioxidantes. Os benefícios tanto para a mente como para o corpo há muito  que são reconhecidos,  contribuindo para o bem-estar geral.

Como se prepara chá:

  • Ao preparar chá tem que considerar primeiro se prefere uma infusão forte ou fraca, o que vai influenciar a quantidade de folhas que vai usar. O tempo de infusão deve ser o suficiente para extrair todo o perfume do chá. A porção normal deverá ser uma colher de chá de folhas por pessoa, mais uma colher para o bule, permitindo deste modo um chá relativamente intenso. Pode usar saquetas, sendo o processo semelhante;
  • Leve ao lume a água necessária, num recipiente que sirva apenas para a água;
  • A água deverá ser de qualidade, convém usar água filtrada ou engarrafada;
  • Logo que a água ferva, deve escaldar o bule com um pouco dessa água, para aquecê-lo;
  • Deite as folhas de chá no bule com a água a ferver por cima, deverá mexer com uma colher e tapar o bule. Comece a contar o tempo de infusão.
  • Relativamente ao tempo de infusão, 5 minutos é o ideal;
  • Quando estiver pronto, deve mexer de novo e pode servir, usando um coador para as folhas.

Saboreie a sua chávena de chá apreciando o momento…

IMG_2142[1]

A vida em tons suaves

Maria José

[Read more…]

Coma bem, num ambiente agradável!

Olá!IMG_2093[1]

Hoje é dia mundial da alimentação!

Todos nós sabemos que não há saúde sem consciência e que uma alimentação saudável e consciente é sinónimo de vida saudável.

Uma alimentação de má qualidade pode ter graves consequências, privando-nos a pouco e pouco de toda a nossa energia e da  nossa saúde.

Comer pouco é a regra de ouro, além de que devemos comer uma variedade limitada de alimentos por refeição e fazer  pequenas refeições ao longo do dia.

Relembro-lhe um principio: Não se esqueça da sopa.

  1. A sopa é uma forma saudável e saborosa de confeccionar os hortícolas. As refeições do almoço e do jantar devem iniciar-se com um prato de sopa de legumes;
  2. Em termos nutricionais as sopas fornecem: vitaminas (vitamina C, ácido fólico e carotenos), minerais (cálcio, potássio, ferro, zinco, magnésio…), fibras (celulose, hemicelulose, gomas e pectinas), hidratos de carbono (em porção modesta e sobretudo de absorção lenta), proteínas (origem vegetal), gordura (pouca quantidade e monoinsaturada, o azeite);
  3. A sopa é saciante, reguladora do apetite, disponibiliza vitaminas e minerais é rica em fibras, fornece substâncias antioxidantes, possui baixo valor calórico, controla o peso, regula o funcionamento dos intestinos, regula os níveis de colesterol e açucares;
  4. A sua preparação culinária em água e a baixa temperatura impede a formação de compostos carcinogénicos, sendo a sua confeção saudável.

Tenho uma sugestão para lhe fazer hoje:

Viva bem e coma bem, num ambiente agradável.

Viver bem significa encontrar um sentido para cada um dos momentos da vida.

No dia de hoje, prepare-se para a refeição que eleger, mude de roupa, arranje-se e experimente servir a refeição o mais esteticamente possível e o mais saudável possível, com todas as regras que por certo já ouviu falar, e inicie a refeição com um prato de sopa

Sei que são pormenores fúteis, mas é graças a estes pormenores que podemos enriquecer a nossa vida quotidiana.

São também estes pormenores que nos lembram que viver é um prazer, a saciedade não depende da quantidade mas da qualidade: a da alimentação, a do ambiente e a do espírito.

Quando um prato é bem apresentado, servido num ambiente encantador, não precisa de muita quantidade para se sentir satisfeito.

IMG_2092[1]

A vida em tons suaves

Faça uma boa refeição!

Maria José

[Read more…]

A importância do pequeno almoço

IMG_1804[1]

A vida em tons suaves

Olá!

Começar  o dia  sempre com um bom pequeno-almoço é fundamental para a sua saúde e para o rendimento escolar dos seus filhos.
O pequeno-almoço é uma das refeições mais importantes do dia, pois garante ao organismo a energia e os nutrientes necessários ao começo de um novo dia.

O pequeno-almoço contribui para uma distribuição alimentar e energética mais saudável e equilibrada ao longo do dia.

De forma a proporcionar mais um momento de convivência familiar, esta refeição deveria ser realizada em família.

O pequeno-almoço deve ser completo, variado e equilibrado.

Deverá incluir alimentos do grupo dos cereais e derivados, do grupo dos lacticínios e do grupo da fruta. As fontes de cereais como o pão, as bolachas, as tostas ou os cereais de pequeno-almoço devem ser, de preferência de cor escura, por serem mais ricos em fibras, vitaminas e minerais.

Os lacticínios são ricos em proteínas de alto valor biológico, pelo que devem fazer parte desta refeição, assim como a fruta que concede vitaminas, minerais e fibras importantes ao nosso organismo.

Apesar da agitação do dia-a-dia, não saia de casa sem tomar o pequeno-almoço, mas particularmente as crianças e adolescentes por se encontrarem numa fase de crescimento e desenvolvimento, não devem esquecer esta refeição.

As crianças que ingerem habitualmente o pequeno-almoço apresentam benefícios adicionais ao nível da atenção, concentração, memória e desempenho escolar.

Sugestões de pequeno-almoço

  • Leite, pão de centeio com queijo fresco ou meio gordo e fruta.
  • Leite, cereais de milho e fruta
  • Batido de iogurte e fruta fresca com cereais de aveia

As merendas são essenciais quando, entre as refeições, o intervalo for superior a três horas e meia. Permite manter a concentração activa e uma boa condição física.

Sugestões de merendas

  • Iogurte
  • Peça de fruta
  • Pacotinho de leite, pão de mistura com fiambre ou queijo e alface.

Como é o seu pequeno-almoço?

Maria José

IMG_1801[1]

A vida em tons suaves

[Read more…]

Ideias de menus simples 2

Olá!

Continuando a ideia de menus simples, preparei mais uma ementa semanal com receitas simples que não requerem muita elaboração, mas baseadas nos princípios da Dieta Mediterrânica (receitas simples em que entra o azeite, os legumes, os cereais, o peixe, a carne e as leguminosas) com benefícios comprovados para a saúde.

EMENTA SEMANAL 2

SEGUNDA-FEIRAB18

Bacalhau com migas de feijão e espinafres

– 4 colheres de sopa de azeite, 2 cebolas, 3 dentes de alho, 1 folha de louro, sal, pimenta, 200 gr de bacalhau demolhado(sem pele nem espinhas), queijo em fatias (mozzarella), farinha, meia broa, 1 ovo, água,150 gr de espinafres, 150 gr de feijão manteiga cozido (pode ser uma lata pequena).

Ligue o forno a 200º C.

  • Leve ao lume com o azeite, a cebola às rodelas finas e os dentes de alho, junte uma folha de louro e deixe suar até a cebola ficar mole;
  • Entretanto corte os lombos de bacalhau ao meio, no sentido longitudinal e recheie com as fatias de queijo. Passe os lombos já recheados por farinha;
  • Tire a côdea à broa e esfarele bem o miolo;
  • Bata o ovo com um garfo, num prato fundo, e deite noutro recipiente parte da broa esfarelada:
  • Quando a cebola estiver mole, borrife-a com um pouco de vinagre e tempere com sal e pimenta;
  • Espalhe a cebolada sobre o fundo de um recipiente que possa ir ao forno e à mesa;
  • Passe os lombos de bacalhau enfarinhados, primeiro pelo ovo batido, depois pela broa esfarelada e disponha-os sobre a cebolada. Leve ao forno cerca de 20 minutos ou até estarem dourados;
  •  Leve o azeite ao lume, junte as folhas  de espinafres e, quando estiverem moles, adicione a broa que sobrou e o feijão escorrido e passado por água;
  • Deixe cozinhar, mexendo até as migas estarem na textura de que gosta;
  • Sirva com o bacalhau.B5

TERÇA-FEIRA

Esparguete à Bolonhesa

– ½ Cebola, ½ dente de alho, 40 gr de bacon, ½ cenoura, 1 colher de sopa de azeite, 200 gr de carne picada (mistura de vaca e porco), sal, pimenta, 50 ml de leite, ½ colher de chá de orégãos, 4 tomates maduros ou em lata, 200 gr de esparguete, 25 gr de parmesão ralado.

  • Descasque e pique bem a cebola e o alho. Corte o bacon em bocadinhos. Tire a pele à  cenoura e corte em cubos ou rale. Frite o bacon no azeite quente, adicione a cenoura (pode acrescentar também cogumelos) e depois a carne picada, refogue tudo sem deixar de mexer;
  • A seguir, pode juntar um pouco de água ou caldo de carne se tiver e estufar o refogado em lume brando, até reduzir o líquido. Tempere com sal e pimenta. Incorpore o leite e mantenha ao lume até o molho espessar. Junte então os orégãos e o tomate, mexendo bem, e deve continuar em lume brando durante mais 10 minutos;
  • Coza o esparguete e quando estiver al dente, escorra;
  • Distribua-o pelos pratos, deite o molho por cima, espalhe o parmesão e sirva.

QUARTA-FEIRAB53

Hambúrguer Clássico

– 600 gr de carne de vitela picada, 50 gr de flocos de aveia, polpa de tomate, 2 colher de sopa de leite, mostarda, 2 ovos , sal q. b., pimenta q. b., orégãos, 4 colheres de sopa de azeite, 2 cebolas.

  • Faça uma massa com a carne picada, os flocos de aveia, 8 colheres de sopa de polpa de tomate, o leite, uma  colher de sopa de mostarda e o ovo; amasse bem.   Tempere-a com sal, pimenta e orégãos;
  • Forme os hambúrgueres. Numa frigideira aqueça o azeite, doure os  hambúrgueres, de ambos os lados e deixe cozinhar em lume brando durante cerca de 10 minutos;
  • Descasque a cebola e corte-a em rodelas. deite a cebola na frigideira, salteando-a ligeiramente;
  • Sirva os hambúrgueres com a cebola a guarnecer, acompanhados de arroz branco e  rodelas de tomate.

QUINTA-FEIRAB18

Lombos de pescada no forno com puré de batata e courgettes

– 2 cebolas,4 tomates, sal q.b., pimenta q.b., 5 c sopa de azeite, 4 lombos de pescada (ou 400 gr de outro peixe), 2 dentes de alho, sumo de 1 limão, 3 c sopa leite, 4 c. sopa pão ralado. Para o Puré: 1 courgette, 600 gr de puré de batata ( pode ser congelado).

Ligue o forno a 180ºC.

  • Corte o tomate e a cebola, ponha num tabuleiro e tempere com sal e pimenta, regue com 2 colheres de sopa de azeite e leve ao forno;
  • Tempere os lombos com alho picado, sal e a pimenta, o sumo de limão e o leite, deixe marinar cerca de 15 minutos. Passado esse tempo,escorra-os bem e passe-os por pão ralado;
  • Coloque os lombos sobre o tomate e regue com o restante azeite e leve ao forno novamente, mais 15 minutos;
  • Entretanto rale a courgette em fios e leve-a alourar em azeite. Adicione o puré de batata e cerca de o,5dl de leite previamente aquecido. Misture, tape, mexendo de vez em quando, e deixe cozinhar;
  • Sirva os lombos com o puré e cubra com os legumes e o molho resultante do assado.

SEXTA-FEIRAB70

Quiche de alho francês e emmental

– 1 embalagem de massa folhada congelada, 2 alhos-franceses, 1 cebola, 50 gr de fatia de fiambre cozido, 2 colheres de sopa de azeite, 20 gr de farinha  de trigo, 150 ml de nata líquida, 1 ovo, sal, pimenta, 50 gr de queijo emmental ralado no momento

Ligue o forno a 180º C.

  • Lave os alhos franceses e corte-os às rodelas. Descasque e pique a cebola. Corte o fiambre aos cubinhos;
  • Numa frigideira, aqueça o azeite e refogue o alho-francês e a cebola; polvilhe com a farinha;
  • Num recipiente à parte misture as natas com o ovo, o fiambre, as especiarias e o queijo, deite na frigideira;
  • Recheie a base da tarte com o preparado e espalhe-o bem;
  • Leve a quiche ao forno, a meia altura, durante cerca de 25 minutos;
  • Sirva com salada de alface.

Não se esqueça da sopa, ela deverá completar a sua ementa semanal.

Partilhe connosco as suas receitas simples, e não se esqueça de terminar a sua refeição com uma peça de fruta da época.

Maria José

[Read more…]

Ideias de menus simples

Olá!

Hoje tenho uma novidade!
A pensar nos meus filhos, que estão fora de casa a estudar e têm que preparar as suas refeições ou nas mães muito atarefadas e com pouco tempo para a cozinha, resolvi preparar uma ementa semanal com receitas simples e fáceis de fazer.
Não vou mencionar a confecção de todos os pratos, apenas de alguns. Se houver algum prato que suscite dúvidas, pode comentar aqui no blog ou enviar-me um e-mail.
Até final do mês de Setembro trarei sugestões todas as semanas.
As receitas indicadas são para duas pessoas.

Na ementa semanal só considerarei o prato principal, faltando a sopa e a sobremesa…

B53

Pinterest

SEGUNDA-FEIRA:

Coxinhas de frango no forno

  •  2 Coxinhas de frango, 4 batatas pequenas, sal, pimenta, pão ralado ou sementes de sésamo q.b.,1 ovo, sumo de 1 limão e 4 colheres de sopa de azeite.
    1. Aqueça o forno a 180º.

2. Lave as coxinhas e seque-as com um pano. Tempere com sal, pimenta e o sumo do limão, passe as coxinhas pelo ovo e pão ralado ou sementes de sésamo.
3. Disponha as coxinhas numa travessa de ir ao forno, regue com o azeite e asse durante 30 minutos.
4. Sirva com esparguete e salada.

TERÇA-FEIRA:

B5

Pinterest

Pescada gratinada com batata cozida

  • 1 lombo de pescada média/grande (pode ser congelada),1colher de chá de cebola picada, 1dl de vinho branco, 50 gr de manteiga, 2 colheres de sopa  de azeite,1 limão,1 molho de salsa, pão ralado q.b.,sal, pimenta.
  1. Unte um pirex com um pouco de manteiga e disponha o lombo de pescada, tempere com o sal, a pimenta, a cebola, o azeite, o vinho branco e polvilhe com o pão ralado.
  2. Aqueça o forno a180.º
  3. Leve a pescada ao forno e vá regando frequentemente com o molho.
  4. Quando começar a abrir lascas, retire do forno, junte as batatas cozidas, regue com o sumo de limão e polvilhe com a salsa picada.
  5. Juntamente com as batatas pode introduzir outros legumes, por exemplo, feijão verde.
B70

Pinterest

QUARTA-FEIRA:

Bife de Perú grelhado com  legumes gratinados

Legumes gratinados

  • 2 batatas, 2 cenouras, ½ alho francês, 100 gr de ervilhas ou brócolos, 1 courgette pequena.
    1. Coza os legumes em água temperada com sal.
    2. Faça o molho Béchamel (clique aqui)
    3. Disponha os legumes cozidos numa travessa e regue com o molho Béchamel.
    4. Leve ao forno a gratinar.
B18

Pinterest

QUINTA-FEIRA:

Empadão de arroz com peixe

  •  2 postas de peixe (pode ser pescada, maruca, cherne, salmão,etc)., 1 cebola, 2 dentes de alho, 1 tomate grande, ½ pimento verde, ½ pimento vermelho, 2 colheres de sopa de azeite, sal, pimenta e orégãos.
  1. Coza as postas de peixe e desfaça-as.
  2. Coza o arroz em água e sal.
  3.  Numa frigideira coloque o azeite, os alhos partidos, as cebolas às rodelas finas, o tomate sem pele, tempere com sal e pimenta, deixe cozinhar um pouco e junte o peixe, pode temperar com um pouco de orégãos, deixe cozinhar por 5 min.
  4. Numa travessa, disponha uma camada de arroz, o peixe e  outra camada de arroz.
  5. Leve ao forno durante 10 min.
  6. Acompanhe com uma salada.

Nota: Pode fazer o empadão também com puré de batata.

                    SEXTA-FEIRA:

B69

Pinterest

Ovos mexidos com pimento e courgette

  • 1 courgette, 1 pimento vermelho,1 colher de sopa de azeite, 3 ovos,1 colher de sopa de queijo ralado, sal, pimenta,1 colher de sopa de cebolinho picado (facultativo).
    1. Lave a courgette e corte-a em cubinhos. Corte o pimento ao meio, retire as sementes, lave-o e corte-o também em cubos.
    2. Aqueça 1 colher de sopa de azeite numa frigideira e refogue os vegetais durante 5 ou 6 minutos. Escorra-os num coador e deixe arrefecer.
    3. Bata os ovos com o queijo. Adicione os vegetais, mexa tudo bem e tempere com sal e pimenta.
    4. Numa frigideira grande, aqueça 2 colheres de sopa de azeite, junte a mistura de ovo e vegetais e mantenha em lume brando. Vá mexendo de vez em quando.
    5. Tire do lume e decore com o cebolinho picado. Pode acompanhar com salada de alface.
    Nota: Os ovos são tão bons fornecedores proteicos como a carne e o peixe. Possuem as proteínas de melhor qualidade na nossa alimentação.

Não quer partilhar as suas ideias de refeições connosco?

Maria José

[Read more…]

Hoje fiz assim «Bacalhau com natas»

Olá a todas!

Hoje é dia de receitinha simples, resolvi variar um pouco a minha receita de bacalhau com natas, mas esta versão foi igualmente apreciada.

IMG_2808[1]

Ingredientes (para 4 pessoas)

4 postas de bacalhau médias; 3 batatas médias; 2 cebolas médias; 3 dentes alho; 3 cenouras médias; 2 ovos

250 gr de couve branca; 1 ramo salsa; azeite q.b.; pão ralado.

Molho Béchamel

40 gr de farinha; 40 gr de manteiga;1 dl de água da cozedura do bacalhau;2,50 dl leite; 200 ml natas;1 gema de ovo(facultativo); sal q.b.; pimenta q.b.; noz-moscada q.b.

Preparação:

  1. Coze-se o bacalhau, as batatas descascadas, a couve e os ovos;
  2. Retiram-se as peles e espinhas ao bacalhau e divide-se em lascas pequenas;
  3. Cortam-se as batatas e os ovos em rodelas finas;
  4. Ralam-se as cenouras.
  1. Faz-se um refogado à parte com o azeite, a cebola cortada em meias luas finas, os alhos, as cenouras raladas e a salsa. Quando a cebola estiver douradinha, juntam-se as lascas do bacalhau e deixa-se refogar mais um pouco.
  1. Tempera-se com um pouco de pimenta e noz-moscada.
  1. Faz-se o molho Béchamel.

O meu molho Béchamel: Numa panelinha derrete-se a manteiga, junta-se a farinha e mexe-se muito bem, acrescenta-se aos poucos 1 dl da água da cozedura do bacalhau, mexendo sempre, junta-se depois o leite e mexe-se até borbulhar, retira-se do lume, junta-se a gema de ovo, mexendo sempre, tempera-se com sal, pimenta e noz-moscada. Depois de feito, pode – se juntar as natas (facultativo) envolvendo muito bem.

  1. Num pirex, colocam-se por camadas, algumas rodelas de batata, o refogado do bacalhau, a couve, os ovos cozidos e termina-se com uma camada de batatas.
  1. Acrescenta-se o molho Béchamel ao bacalhau, e polvilha-se com pão ralado.
  1. Vai ao forno a gratinar.

Nota: Se não gosta de couve, pode substituir por outra verdura, às vezes coloco espinafres, mas o sabor da couve ficou tão subtil, que os meus filhos nem notaram…esta receita para 4 pessoas, dá perfeitamente para 6 pessoas.

Espero que gostem, bom apetite!

Maria José

[Read more…]

%d bloggers like this: